GT: Filologia, Acervos de Escritores e Tecnologia Digital

O grupo desenvolve modelos de edições em meio digital com base nos critérios estabelecidos por Barreiros (2013) para edições dessa natureza e utiliza como corpus os documentos do acervo do escritor Eulálio Motta, textos dos escritores Machado de Assis e Eça de Queirós e o corpus textual oriundo da pesquisa realizada no jornal Folha Norte, relacionado à pesquisa Cancioneiro do Folha do Norte.

Coordenador:
Prof. Dr. Patrício Nunes Barreiros

Professores pesquisadores:
Profa. Dra. Flávia Aninger de Barros Rocha
Profa. Dra. Alana de Oliveira Freitas El Fahl
Profa. Dra. Liliane Lemos Santana Barreiros

Pesquisadores:
Me. Taylane Vieira dos Santos
Sabrina de Santana Silva

Estudantes de Mestrando:
Juliana Pereira Rocha
Tainá Mattos Lima Alves
Pâmella Araújo da Silva Cintra
Maria Rosane Vale Noronha Desidério

Bolsistas de Iniciação Científica:
Conceição de Jesus Freitas (FAPESB)
Iago Gusmão Santiago (CNPq)
(FAPESB)
Stephanne da Cruz Santiago (CNPq)
Cássia Aparecida Oliveira da Silva (PIBIC/UEFS)
Iana Santos Pirajá (FAPESB)
Joilma Maria de Freitas Trindade (FAPESB)
Beatriz de Brito Santana
Ananda Piva Santos (FAPESB)
Patrícia Silva Pinto (PIBIC/UEFS)

Projetos

Edição e estudo de obras inéditas de Eulálio de Miranda Motta

Aprovado institucionalmente através da portaria CONSEPE 128/2008. O projeto visa editar sete obras inéditas de Eulálio de Miranda Motta (1907-1988), a partir das fontes preservadas em seu acervo pessoal. O escritor baiano produziu diversas obras que ainda se encontram inéditas. Após estudo sistemático dos documentos (BARREIROS, 2007; 2012), foram identificados cinco projetos de livros de poesias; um livro de causos; e uma coletânea dos textos publicados por Eulálio Motta em periódicos. Os esboços dessas obras estão registrados nos cadernos, cadernetas, folhas avulsas, datiloscritos e outros documentos do acervo do escritor (BARREIROS, 2012; 2013). Pretende-se elaborar duas edições das obras: uma impressa, aplicando o método filológico da Crítica Textual e uma digital para ser publicada na Web (hiperedição), a partir do modelo adotado por Barreiros (2013). As edições digitais desenvolvidas têm a finalidade de tornar os textos mais acessíveis ao público em geral, dando subsídios para sua utilização no espaço escolar.

Janela de Tomar: matrizes culturais em narrativas portuguesas e brasileiras

O presente projeto de pesquisa busca estabelecer um estudo analítico da presença de matrizes culturais do ocidente em narrativas portuguesas e brasileiras produzidas entre o século XIX e a contemporaneidade. É fato que boa parte das produções científicas e artísticas são construídas a partir da re-elaboração de uma herança cultural que as antecede. Com a literatura, esse procedimento potencializa-se e a presença das matrizes culturais que alimentam a história da humanidade está sempre se corporificando nos textos. A Mitologia greco-romana, a Bíblia Sagrada e, sobretudo, a própria literatura, estão sempre presente nas obras, ora mais explícitas, ora mais implícitas. É, pois, em busca de identificar e realizar uma leitura de tais referências, citações, relações e adaptações dessas matrizes que realizaremos nossa pesquisa. Os dados da pesquisa serão utilizados para elaborar edições filológicas digitais que possam fazer alusão às referências de modo interativo, explorando os recursos das tecnologias digitais em rede. As edições elaboradas serão disponibilizadas na Web e poderão ser utilizadas na educação básica.

Cancioneiro Folha do Norte

Trata-se da pequisa de fonte primária realizada no acervo do jornal Folha do Norte, com o objetivo de inventariar os poetas que publicaram seus poemas no jornal Folha do Norte, no período de 1909 a 1959. A pesquisa consiste na identificação dos textos e sua edição semidiplomática com vistas à elaboração de um livro (ou uma coleção de livros), denominado Cancioneiro do Folha do Norte (Financiado pela FAPESB). Está previsto também a edição digital dos textos para serem disponibilizados na Web.